CONSULTA ABONO SALARIAL

O abono salarial é um dos benefícios mais esperando anualmente pelo trabalhador brasileiro, já que vem para complementar a sua renda e dar aquela ajudinha extra.

Totalmente garantido pela legislação vigente no país, esse benefício corresponde a um salário mínimo.

É destinado para aqueles trabalhadores que possuem suas carteiras de trabalhado assinadas, que estejam inscritos no PIS há no mínimo 5 anos (se trabalharem no âmbito privado) ou no PASEP (se o trabalho for no setor público) ou que não tenham recebido mais do que 2 salários mínimos no ano anterior.

Ou seja, em 2017, os trabalhadores que receberam até R$ 1.874 (mil, oitocentos e setenta e quatro) terão pleno direito de receber o abono salarial em 2018.

É sempre levado em conta o reajuste anual feito pelo salário mínimo para saber se o cidadão terá direito ao benefício.

Para saber mais sobre esse benefício, fique conosco e descubra como consulta-lo, quem pode saca-lo e como é feio o seu pagamento.

ABONO SALARIAL E SUAS CONSULTAS

  • Pela internet

A consulta pela internet é feita mediante o acesso ao site do Ministério do Trabalho http://trabalho.gov.br/abono-salarial/consulta-abono-salarial.

Ao entrar no site, você verá a opção de “consulta do seu abono salarial (PIS/PASEP)”. Clique nessa opção e informe o número do seu CPF ou PIS e a data de nascimento e consulte se você tem direito de sacar o benefício.

Mesmo existindo a data certa de saque, que corresponde ao mês de aniversário do trabalho, o benefício possui uma data limite.

Para esse ano de 2017, os abonos somente serão sacados até o dia 28 de dezembro.

Como o benefício não é cumulativo, caso não saque nesse ano, ano que vem não sacará o valor em dobro.

  • Pela central física

A central física são as agências responsáveis pelo pagamento do abono salarial.

Entre elas é possível ir até uma agência do Banco do Brasil, Caixa Econômica, lotéricas ou nos correspondentes desses bancos.

Ao chegar em qualquer desses bancos, esteja portando os documentos de identificação necessários, a carteira de trabalho (documento no qual contêm o número do PIS/PASEP e o cartão cidadão.

  • Pelo telefone

Por meio do telefone, a consulta do seu benefício é rápida e bem simples.

Caso seja trabalhador de instituição privada, cadastrado no PIS, deve ligar para a central de atendimento que atende pelo número 0800 726 0207.

A central funciona de segunda à sábado, durante os horários considerados comerciais; 8 horas às 18 horas.

Já para os funcionários que possuem o PASEP, a sua central de atendimento é diferenciada.

O telefone para contato é 0800 729 0001. E o horário de funcionamento também é de segunda à sábado, das 8 às 18 horas.

Nos dois casos, é necessário informar o número do PIS ou PASEP e as ligações são totalmente gratuitas.

QUEM RECEBE O ABONO SALARIAL

Há um rol específico de pessoas que podem receber o abono salarial, e são elas;

  1. As pessoas que receberam no ano anterior até dois salários mínimos ao mês;
  2. Aqueles que no ano anterior trabalharam pelo menos por 30 dias com a carteira assinada pelo empregador;
  3. As pessoas que são cadastradas no PIS (programa de integração social) a no mínimo 5 anos;
  4. Os trabalhadores que foram cadastrados por seus empregadores no sistema RAIS – relação anual de informações sociais. Esse sistema é coordenado pelo Ministério do Trabalho e Emprego e é solicitado anualmente aos empregadores.

Lembrando que nem todo trabalhador brasileiro receberá o abono salarial pelo PIS, na medida que existe outro programa destinado ao trabalhador que é servidor público.

O PASEP (programa de formação do patrimônio do servidor público) é pago pelo Banco do Brasil, mas apresenta condições de pagamento muito semelhantes à do PIS.

No caso das empregadas domésticas, essas também não possuem direito ao benefício do abono salarial. Independentemente de terem suas carteiras de trabalho assinada. Já que não são empregadas por pessoas jurídicas.

Sendo assim o empregador não tem a obrigatoriedade de enviar os seus dados ao Ministério do Trabalho e Emprego, o que se encaixaria na 4 opção do rol de quem tem direito de receber o abono.

PAGAMENTO 

O pagamento desse benefício pode ser realizado tanto pela Caixa Econômica Federal quanto pelo Banco do Brasil.

O seu pagamento é realizado com base na data que o beneficiário completa aniversário e a cada ano há uma mudança nos calendários desse abono.

Para conferir o calendário de 2018, ele geralmente sai pelos meses que correspondem ao primeiro semestre. Lá para o mês de abril ou março.

Sua consulta estará disponível no site do Ministério do Trabalho, nas agências da Caixa e nos seus correspondentes (Lotéricas e Caixa Aqui) e do Banco do Brasil.

O saque desse benefício é mediante qualquer dos estabelecimentos informados acima, é preciso apenas que o beneficiário esteja portando um documento de identificação, como carteira de identidade ou carteira de motorista e o cartão cidadão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *